terça-feira, outubro 23, 2018

acrílico e marcadores
2018
150x100

Darn it!

acrílico e marcadores
2018
150x100
acrilico e marcadores
2018
150x100
tecn. mista
2016
116x81
acrìlico e marcadores
2018
116x80

Escada para o quintal







acrílico e marcadores
2018
116x81

Homem à Janela

Homem à Janela
2016
acrílico e marcadores
70x60

Mulher e Peixes

Mulher e Peixes
2018
120x160




sábado, abril 29, 2017



Bom site para quem quer saber sobre teoria musical chamado: DESCOMPLICANDO A MUSICA-  ver este link que se segue:  http://www.descomplicandoamusica.com/apostila-de-teoria-musical/

segunda-feira, fevereiro 13, 2017

Varandas, 2016 (acrílico s/tela 120x150cm)


O Aquário,2016 - (acrílico s/ tela- 100x160cm)


Jarra Azul, 2016 - (acrílico s/tela- 120x180cm)


O Vaso, 2016 - (acrílico s/ tela, 160x180cm)


O Flamingo,2016 - (acrílico s/ tela, 160x160)


O Balde , 2016 - (acrilico s tela, 120x150cm)


quarta-feira, outubro 19, 2016

acrilico
Adicionar legenda

acrílico e pastel
Adicionar legenda

Adicionar legenda

acrílico, colagens
Adicionar legenda

acrílico, colagens, 116x82cm
Adicionar legenda


Oleo,150x120cm
Adicionar legenda

Oleo,150x120cm
Adicionar legenda

Oleo, 150x120cm

Oleo, 150x120cm
Adicionar legenda

domingo, junho 03, 2012

segunda-feira, março 05, 2012

A VOL D'OISEAU - AS THE CROW FLIES


Exposição na Casa da Imprensa, dia 8 de Março, Quinta feira às 18 horas

Pequenas, muito  pequenas telas, algumas.

sábado, fevereiro 19, 2011

A Pluma gosta de ouvir Joan Newson, Laginha ou John Coltrane em "My favourite Things".
These are a few of her favourite things, dear Pluminha. Cão de atelier. Sabe tudo sobre mim.

sábado, janeiro 08, 2011

Dead man walking

Cavalos esquecidos, amarrados a um porte de iluminação numa esquina em Rio de Mouro.

Esquecidos há quanto tempo? Um deles fitou-me enquanto eu ali estive parado, abanou várias vezes  a cabeça, num olhar profundamente doce e resignado. Sabia tão bem tudo.

sexta-feira, janeiro 07, 2011

Paradou, brincar aos pescadores


Lá estão eles outra vez. As gargalhadas confundem-se com o verde excitante da vegetação, mais ou menos solta, selvagem, cuidada quanto baste mas muito alegre. Finge-se que se cai, que se mergulha na água do tanque/oceano, que nunca mais nada será tão importante como provar o equilibrio, um equilibrio flúido,fácil. O meu pai em primeiro plano, ao fundo a minha mãe a espreitar desejando que a brincadeira se afirme e que tudo valha a pena. O Artur dono da cana de pesca ao lado da Maria Georgina. Em baixo eu ao colo da minha Tia Filomena. Não se pesca nada. Está-se bem.
Estou bem nesse ano de 1957 ou 1958

terça-feira, outubro 26, 2010

Ovelhas




Ovelhas,tinta s/ papel com logotipo APOLO Ltd
70x50 cm
1992












Ovelhas




Por  esta altura fiz várias telas de ovelhas.
Óleo s/ tela, 1987
pequena dimensão, cerca de 40x30